Skip to content

Terrorista quem?

August 4, 2010

Da tentativa de associar o PT ao sequestro do empresário Abílio Diniz, em dezembro de 89, às declarações medrosas da atriz Regina Duarte, em 2002, o PSDB não desiste do discurso terrorista.

Se Arthur Virgílio fosse do PT, o caso renderia editorial ou manchete da Folha de S. Paulo, na coluna  “Poder”.

Como Virgílio é tucano, a notícia vai escondidinha numa nota da “Ilustrada”.

E vai atrasada, ainda por cima. O Brasil de Fato, jornal comprometido com o povo e não com o capital, já noticiou dia 29 de julho o que a Monica Bergamo, provavelmente muito a contragosto, precisou requentar agora para não deixar a Folha “comer barriga”.

Da coluna Monica Bergamo de hoje (quarta-feira, 4 de agosto):

“BANDEIRA
O sumiço de Arthur Virgílio (PSDB-AM) da campanha de José Serra (PSDB) tem seu lado bom, anota tucano da equipe do presidenciável: o senador já foi apontado por um integrante das Farc, Hernán Ramirez, como “principal interlocutor” da guerrilha no Brasil. É que, em 1998, Virgílio e o então deputado Tuga Angerami, também do PSDB, receberam o representante da guerrilha, que queria abrir escritório no Brasil.

BANDEIRA 2
A “ligação do PT com as Farc” é um dos motes da campanha do vice de Serra, Indio da Costa. Seu discurso foi endossado pelo tucano.”

__________________________

Em tempo:

Acompanhe o direito de resposta às acusações do vice de Serra concedido pelo TSE ao PT. Está no site do Serra:

Advertisements
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: