Skip to content

Mídia: oligopólios frustram democracia

August 3, 2010

Publicação das Nações Unidas para análise do desenvolvimento da mídia

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) alerta sobre a necessidade da intervenção estatal para a promoção de um “ambiente livre, independente e pluralista para a mídia”.

Segundo os especialistas da UNESCO, “a concentração indevida da propriedade pode ser evitada de diversas maneiras. Os governos podem adotar regras para limitar a influência que um único indivíduo, família, empresa ou grupo pode ter em um ou mais setores da mídia, bem como para assegurar um número suficiente de canais diversos de mídia.”

Mais ainda: “A análise de conteúdo que vincula o processo decisório editorial à propriedade pode conter elementos quantitativos e qualitativos. Por exemplo, pode ser mensurado quanto espaço é dado a um determinado partido político, ao passo que os julgamentos qualitativos podem entrar no jogo, quando se estiver avaliando se a mídia apresenta tendência para um determinado nicho em função do proprietário.”

A publicação, Indicadores de desenvolvimento da mídia: marco para a avaliação do desenvolvimento dos meios de comunicação,  foi aprovada pelo Programa Internacional para o Desenvolvimento da Comunicação (IPDC) da UNESCO em sua 26ª sessão, em março de 2008, como “um importante instrumento de diagnóstico para todas as partes interessadas, para a avaliação do nível de desenvolvimento da mídia em cada país e para determinar, assim, as áreas com maior carência de apoio.”

Advertisements
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: